grupo OMNI

Primeiro Palco
OMNI no Museu

Primeiro Palco | OMNI no Museu

Sábado, 17/11/2018 das 16:30 às 18:00

gratuito

170 vagas por ordem de chegada

*Imagem: Firmino Calixto

Jovens músicos de diferentes trajetórias reuniram-se em nome da experimentação musical e formaram o Objeto Musical Não Identificado – OMNI.

Fruto de um laboratório de música contemporânea, a banda se baseia em processos criativos não tradicionais para compor coletivamente seu repertório autoral. A formação inusitada do octeto contribui para o colorido sonoro, que abarca tanto efeitos eletrônicos quanto instrumentos de percussão popular. Além de músicas instrumentais que bebem da fonte do groove, do pop, do jazz e do rock, o grupo apresenta canções, solos performáticos e intervenções literárias.

O Grupo OMNI aceitou a proposta de compor uma peça inédita a partir de uma obra que compõe o acervo da Casa-museu Ema Klabin. O objetivo é aproximar tempos históricos representados em obras da coleção do visitante que as contempla mas também ampliar seu significado a partir de leituras subjetivas. Assim há a “transdução” de particularidades das artes visuais à linguagem musical.

A OMNI é formada por Caê Prandini na percussão, Caio Lopes no baixo elétrico, Isadora Bertolini na flauta transversal, Junior Torres na guitarra e violão, Lucas Araújo no violão de sete cordas, Lucas Lima na voz, percussão e efeitos sonoros, Luiz Viola na voz, teclados e efeitos sonoros e Tiago Azevedo na flauta transversal e gaita. Trata-se da reunião de músicos estudantes reunidos no curso livre Prática de Música Popular Contemporânea, ministrado pelo Prof. Marco Prado na EMESP, Escola de Música do Estado de São Paulo.

Repertório
  • texto Pensar com os Ouvidos
  •  Camininho
  • Música do Baú
  • Valsa sem Nome
  • texto Sons e Celulinhas
  • Louca que Grita
  • Alfredo Gali Gali (solo Lucas)
  • Pro Marco
  • solo Caê
  • Tempo, tempo, tempo, tempo (solo Isadora)
  • O Pintor
  • No Limite do Impossível
  • OMNI