Os bárbaros europeus no Japão

Palestra
Os bárbaros europeus no Japão

Palestra | Os bárbaros europeus no Japão

Yves Rolland

Quarta-feira, 22 de junho, das 19h às 21h

Gratuito ou contribuição voluntária

95 vagas por ordem de inscrição

Plataforma Zoom

Imagem: Chegada dos portugueses (detalhe de um biombo do Museu Nacional de Arte Antiga de Lisboa, por Kano Naizen, entre 1593 e 1600).

Esta palestra abordará o encontro entre ocidente e oriente, bem como o julgamento mútuo dos “bárbaros” e as trocas associadas a ambas culturas.

Em 1543, os portugueses foram os primeiros europeus a acostar em território japonês. Chegando de barco após passar pela costa chinesa, os japoneses os chamavam de “namban“, “bárbaros do sul”.

Dois mundos se descobriram assim, misturando fascínio e desprezo mútuo, cada um convencido da superioridade de sua civilização. Enquanto alguns desprezaram esses recém-chegados incapazes de comer com simples hachis, outros tentaram convertê-los à “verdadeira“ religião.

O choque cultural era real e veio acompanhado de intercâmbios tecnológicos, religiosos, artísticos, sociais e nas artes da mesa.

Público-alvo

Estudantes, pesquisadores, interessados em História Social e cultura Oriental e demais interessados no tema

Yves Rolland

Yves Rolland é doutor em Arqueologia pela Université Lumière, Lyon (França). Graduado em História pela Université Pierre Mendès France – Grenoble. Participou de escavações arqueológicas na França. Trabalhou para diversos museus de História. Atualmente é chefe de projetos culturais e educador no Musée des Confluences (Lyon, França). Pesquisador associado ao laboratório ArAr – Archéologie et Archéométrie UMR5138, Université Lumière Lyon 2, CNRS. Membro da Kokusai Token Kai (Associação de estudo dos sabres japoneses em Paris).

Relacionados

Lançamento do Catálogo

Ecos do Modernismo

Ética e etiqueta