Vozes dos Livros

“Vozes dos Livros: O que eu trago? O que eu levo?”

→ Experimentando o Museu

*Imagem: Carta Gina Rau – 1924, Navio Orania ancorado no porto – 1934, Gina Rau e Ema Klabin, 1923 – Crédito: Felipe Azevêdo

Confira o texto de Cristiane Alves, coordenadora do Educativo que abre a série de depoimentos sobre São Paulo realizados com o público durante a visita Experimentando o Museu de agosto com o tema “Identidades Paulistanas: o que eu trago? o que eu levo? Toda semana, um novo relato.

Encontro, diálogo, experiência, olhar, percepção…

Palavras que denotam ações tão presentes e norteadoras de uma visita educativa.

Permeando esses substantivos materializados em verbos está a voz: aquela externalizada nos diálogos ou aquela que fala dentro de nós mesmos; aquilo que me constitui e que trago comigo e aquela parte a que me disponho a ser envolvido e perpassado por tudo o que experiencio. E tudo isso está presente nas trocas que envolvem uma visita educativa no museu.

Por isso compartilhamos com você, leitor, as trocas que tivemos com todos os visitantes que nos relataram suas experiências com a cidade. 

A exposição “Vozes dos Livros: O que eu trago? O que eu levo? ”, parte do tema central que norteia a programação anual da Casa-Museu Ema Klabin: “Identidades Paulistanas” e nasceu da investigação sobre o que o acervo de livros e arquivo de documentos podem nos contar sobre o ser paulistano. Percorrendo diferentes narrativas, a exposição transita por muitos aspectos da cidade, sua história, a formação de seus territórios, os povos originários, os povos que vieram escravizados, a vida cultural, e enfim, a literatura sobre a cidade.

A exposição é acompanhada por instalações sonoras que dão vozes a esses textos, reforçando a vontade que de ser ponto de partida para o diálogo. Por fim, a visita “Experimentando o Museu: Identidades Paulistanas…O que eu Trago? O que eu Levo? ”, concebida para essa exposição, convida o visitante a relatar suas próprias experiências com a cidade.

Assim multiplicamos as vozes: a voz ativa dos visitantes que somam suas vozes às vozes de tantos autores aqui presentes, às vozes que ecoam dessa coleção e, ainda, às vozes da equipe do museu, não apenas o Educativo, mas toda a equipe porque todos nós, visitantes ou equipe trazemos e deixamos para esse espaço algo de nós. 

E agora queremos compartilhar e convidá-lo a somar sua voz, leitor, à nossa.

+ do blog:

Entrevista com Geovana

Nos bastidores do museu

Entrevista com Fanta Konatê

Cristiane Alves

É Coordenadora do Educativo Ema Klabin, graduada em Educação Artística e pós graduada em Educação em Museus e em Arte, Crítica e Curadoria. Atua em Educação em Museus há.... bastante tempo! E segue acreditando no potencial da Educação como agente de liberdade.

Próximos eventos: