Vestíveis: O fazer da própria roupa

Oficina presencial
Vestíveis: O fazer da própria roupa

→ Programação “Ema e a Moda no Século XX”

Oficina | Vestíveis: O fazer da própria roupa

Harth Bergman de Brito

Domingo, 10 de outubro das 14h às 18h

Gratuito ou contribuição voluntária de qualquer valor

15 vagas por ordem de inscrição

Imagem: Divulgação

A programação da exposição Ema e a Moda no Século XX convida o público para a Oficina “Vestíveis: o fazer da própria roupa” com o pesquisador e educador Harth Brito.

Nesta oficina, usaremos as mãos, em um saber de experiência. Com a técnica de modelagem conhecida como clonagem, o participante criará uma nova peça feita por suas próprias mãos.

Pensar uma roupa em uma perspectiva da cultura material nos leva a lembrar que tanto o que fazemos com uma peça de roupa, como o modo como ela é feita diz algo sobre as possibilidades de vida que nossa sociedade cultiva ou segrega.

A partir de peças de roupas, conheceremos histórias e afetos que a roupa carrega. Ouviremos as histórias que peças simples e cotidianas nos contam.

Na oficina cada participante vai modelar e cortar em tecido uma cópia de sua própria peça.

Importante!
O participante deverá trazer para a oficina uma peça de roupa cotidiana simples (como uma camiseta, saia, moletom, etc) que carregue valor afetivo.

 

A exposição Ema e a moda no século XX: as roupas e a caligrafia dos gestos tem apoio cultural do Governo do Estado de São Paulo, por meio do ProAC ICMS da Secretaria de Cultura e Economia Criativa, e patrocínio da Klabin S.A. 

A programação cultural integra o projeto Digitalização da Coleção Ema Klabin, que contou com o apoio da plataforma Benfeitoria e da Sitawi, no âmbito do edital Matchfunding BNDES+ 2020.

Público-alvo

Amigável para crianças a partir de 5 anos acompanhadas por adultos, famílias, público geral interessado em moda

Protocolo de Biossegurança

Oficina Presencial. Atenção para os protocolos de biossegurança:
– Medição de temperatura na entrada;
– Uso obrigatório de máscaras;
– Distanciamento de 2 metros entre as pessoas;
– Higienizar as mãos com álcool 70%, disponível na entrada;
– Lavar as mãos com água e sabão sempre que possível;
– Bebedouros estarão indisponíveis para uso.

Harth Bergman de Brito

Harth Bergman de Brito é educador e pesquisador de processos manuais e socialmente sustentáveis de fabricação de roupas. Estudou Ciências Sociais pela Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas da USP, e Modelagem do Vestuário pela Etec Carlos de Campos. Atua como educador desde 2011, tendo passado por educativos de instituições culturais, como a 31ª Bienal de Arte de São Paulo e o Museu Catavento Cultural Educacional. No campo da moda, atuou como Assistente de Produção em fábricas de roupas e acessórios. Atualmente se dedica a pesquisa autônoma de caminhos orgânicos e não-alienados para a criação de linguagens de moda socialmente sustentáveis. E assina a direção criativa da Kansei Oficina, um laboratório de experimentações de técnicas manuais para a criação de roupas.

Relacionados

Lançamento do Catálogo

Ecos do Modernismo

Ética e etiqueta