Vitoru Kinjo

Vitoru Kinjo

Nova Música | Vitoru Kinjo

gratuito

Sábado, 11/11/17, às 16:30

170 vagas por ordem de chegada

*Imagem: Paola Vianna

Governo do Estado de São Paulo, Secretaria da Cultura e Klabin apresentam:

O cantor, compositor e pesquisador paulistano Vitoru Kinjo, traz na natureza de suas canções a emoção e o espírito de um tropicalismo asiático-brasileiro

 

Um encontro da música regional brasileira com o Oriente e o mundo, este espetáculo conta com canções autorais, fruto de um processo criativo entre a música brasileira e os cantos tradicionais, o regional e o global, a natureza e a cidade. Trata-se do boi nipo-maranhense em São Paulo, folk com sotaque brasileiro, jongo pop, ciranda afro-asiática, ijexá, choro, baião e rock. É, então, música que viaja e se mistura, que ressignifica corpos, vozes e identidades, chamada pelo cantor de diaspórico regional.

Indicado pela crítica especializada como um “novo olhar para a música brasileira”, o disco KINJO, concebido em meio à Mata Atlântica, em imersão na SAMAUMA Residência Artística Rural, e gravado em São Paulo nos estúdios Lebuá, Arsis e YB Music, o álbum tem produção musical de Ivan Gomes (Lineker, Lê Coelho, Bolerinho) e Ivan Banho (Bora Barão, Urubus Malandros), e direção artística de Vitoru Kinjo, apresenta a musicalidade contemporânea e transcultural do Compositor.

Vitoru Kinjo | voz, violão e teclado
Fernando Sagawa | sopros
Guilherme Kafé | violão e voz
Ivan Banho | percussões
João Antunes | baixo e guitarra
Part. Especial: Eduardo Colombo | voz

  1. Permissão
  2. Canto da Manhã
  3. O Caos e a Flor (Vitoru Kinjo e Ivan Banho)
  4. Horas Ir (Vitoru Kinjo e Bruna Angotti)
  5. Casas Asas (Vitoru Kinjo, Tiago Viudes Barboza e Eduardo Colombo)
  6. Sistema Solar
  7. O Rouxinol (Gilberto GIl e Jorge Mautner)
  8. Play the Game (Freddie Mercury)
  9. 9.Come to the River (Vitoru Kinjo, Min Jung Park, Eduardo Colombo e Ivan Banho)
  10. Kandiê Kwe (Raphael Calheiros)
  11. Let’s Get Along (O mundo é um)
  12. Come Poet (Vitoru Kinjo e Allen Ginsberg)
  13. Canto para Yemayá

Realização ProAC-ICMS, Governo do Estado de São Paulo e Secretaria de Estado da Cultura

Relacionados

Encerramento 2018

Fundação Ema Klabin recebe prêmio em 1º lugar em Edital do IBRAM

Exposição
Porcelana europeia na Coleção Ema Klabin