Memórias do patrimônio moderno

Mesa Redonda
Memórias do patrimônio moderno

Mesa Redonda | Memórias do patrimônio moderno

Manoela Rossinetti Rufinoni, Laís Silva Amorim e Brunna Heine

Sábado, 28 de agosto, das 11h às 13h

Gratuito ou contribuição voluntária de qualquer valor

120 vagas por ordem de inscrição

Plataforma Zoom

Com intérprete de Libras

Imagem: Fachada Rua da Consolação Bibloteca Mário de Andrade, 2018, foto Lais Amorim

Esta mesa será mediada pela professora Manoela Rufinoni e propõe debater o patrimônio moderno a partir de linguagens arquitetônicas que marcaram a paisagem e a sociabilidade urbana, criando diálogos entre memória, patrimônio e políticas de preservação.

O encontro contará com as apresentações de duas pesquisadoras:

Laís Silva Amorim | Leituras do moderno: os tombamentos da Biblioteca Mário de Andrade

A Biblioteca Mário de Andrade foi construída num período no qual a cidade de São Paulo passava por incisivas transformações urbanas, marcada pela presença de profissionais estrangeiros na construção civil e de linguagens arquitetônicas de vanguarda que começavam a repercutir em solo brasileiro. Nesta apresentação, será analisado de que modo e em qual contexto histórico, econômico e sociocultural a Biblioteca Mário de Andrade foi concebida, vivenciada, tutelada e restaurada.

Brunna Heine | A arte e arquitetura tumular de Lina Bo Bardi

Partindo de duas obras tumulares projetadas por Lina Bo Bardi, o objetivo desta apresentação é observar as peculiaridades da arte e a arquitetura tumular criada por Lina, e por outros nomes da arquitetura moderna; estabelecendo uma relação entre patrimônio moderno e a memória no contexto da arquitetura funerária.

No encontro, também será considerado o papel desempenhado pelo artista no cenário do colecionismo religioso, público e privado de São Paulo.

Público-alvo

Profissionais, estudantes de arquitetura e urbanismo, artes, história, áreas afins e interessados em geral.

Manoela Rossinetti Rufinoni

Manoela Rossinetti Rufinoni é professora do Departamento de História da Arte e do Programa de Pós-Graduação em História da Arte da Universidade Federal de São Paulo.

Laís Silva Amorim

Laís Silva Amorim é arquiteta e urbanista formada pela Universidade Presbiteriana Mackenzie. Doutoranda e Mestre em História da Arte pela UNIFESP. No mestrado, trabalhou as questões patrimoniais da Biblioteca Mário de Andrade (com subsídio CAPES). É restauradora de bens culturais no Vale do Paraíba/SP integra a Comissão de Patrimônio Cultural do CAU-SP.

Brunna Heine

Brunna Heine é arquiteta e urbanista, formada pela Pontifícia Universidade Católica do Paraná, aluna de mestrado em História da Arte da Universidade Federal de São Paulo. Atua como coordenadora de projetos e gerenciamento de obras de restauro e conservação

Relacionados

Lançamento do Catálogo

Ecos do Modernismo

Ética e etiqueta