A moda e as formas no tempo

Curso online
A moda e as formas no tempo

→ Os principais criadores e movimentos do século XX

Curso | A moda e as formas no tempo: Os principais criadores e movimentos do século XX

Brunno Almeida Maia

3 encontros aos sábados, das 15h às 17h
23 de outubro, 06 e 13 de novembro

Gratuito ou contribuição voluntária de qualquer valor

150 vagas por ordem de inscrição

Plataforma Zoom

Imagem: Vionnet, 1931, foto George Hoyningen-Huene.

Este curso visa analisar e conceituar as principais características históricas, sociológicas e filosóficas do fenômeno social da moda inseridas nos aspectos políticos, econômicos, culturais e artísticos da modernidade dos séculos XIX e XX.

Como “organização social da aparência”, dos gostos e dos modos de vidas, a moda compõe a constituição do imaginário cultural e estético da sociedade, pela constituição da personalidade aparente do sujeito de experiência, pela contradição entre a imitação e a distinção das aparências, e pela manifestação das formas da vestimenta no tempo histórico.

Através de aulas expositivas, leituras de textos e materiais audiovisuais, o curso dialoga com autores da filosofia, da sociologia, da história e da literatura, entre eles Walter Benjamin, Georg Simmel, Gilles Lipovetsky e Gilda de Mello e Souza.

Contaremos com a exposição sobre a constituição do saber-fazer e saber-viver da haute couture e do prêt-à-porter, os seus processos de desdobramentos históricos, seus principais criadores e movimentos ao longo dos séculos XIX e XX, em nomes como Paul Poiret, Coco Chanel, Madeleine Vionnet, Elsa Schiaparelli, Yves Saint Laurent, os futuristas franceses e os estilistas dos anos 70 e 80.

 

A exposição Ema e a moda no século XX: as roupas e a caligrafia dos gestos tem apoio cultural do Governo do Estado de São Paulo, por meio do ProAC ICMS da Secretaria de Cultura e Economia Criativa, e patrocínio da Klabin S.A. 

A programação cultural integra o projeto Digitalização da Coleção Ema Klabin, que contou com o apoio da plataforma Benfeitoria e da Sitawi, no âmbito do edital Matchfunding BNDES+ 2020.

Público-alvo

Estudantes, pesquisadores e profissionais interessados em moda, ciências humanas e artes.

Brunno Almeida Maia

Brunno Almeida Maia é pesquisador em Filosofia pela UNIFESP (Universidade Federal de São Paulo), curador e pesquisador da exposição “Ema e a Moda no século XX”, da Casa Museu Ema Klabin, é professor convidado do IED (Istituto Europeo di Design) de São Paulo, da Escola de Comunicação e Arte (ECA) da Universidade de São Paulo (USP), do SENAC Lapa, da FAAP (Fundação Armando Alvares Penteado) e do Centro Universitário Belas Artes. Já ministrou aulas sobre a relação entre a literatura e a moda em espaços como Fundação Ema Klabin, Adelina Instituto Cultural, Oficinas Culturais Oswald de Andrade, Oficina Cultural Casa Mário de Andrade, Sesc Consolação, Sesc Pompéia, Sesc Ipiranga, CPF – Centro de Pesquisa e Formação do Sesc, Sesc Jundiaí, Sesc 24 de maio, Sesc Belenzinho, Casa da Palavra Mário Quintana, em Santo André (SP), Oficina Cultural Hilda Hilst, em Campinas (SP), Galera AMDO, em Belo Horizonte (MG), Biblioteca Mário de Andrade, Fábricas de Cultura, Biblioteca Pública Pedro Nava, Escola São Paulo. É autor do livro “O Teatro de Brunno Almeida Maia” (Editora Giostri, 2014). Também assina capítulo sobre a relação entre a literatura e a moda no romance Lucíola (1862) de José de Alencar no livro “Moda Vestimenta Corpo” (Editora Estação das Letras e Cores, 2015), e é um dos autores da antologia “São Paulo em Palavras” (Editora Aquarela Brasileira, 2017). Foi facilitador pedagógico do módulo I de formação em Cidadania e Direitos Humanos do Programa “Transcidadania”, uma iniciativa da Prefeitura Municipal de São Paulo, com a CADS (Coordenadoria de Assuntos de Diversidade Sexual) e Centro de Cidadania LGBT SP. Atualmente trabalha em seu próximo livro “Tempos de exceção: ensaios sobre o contemporâneo” (Editora Cosmos, no prelo).

Relacionados

Lançamento do Catálogo

Ecos do Modernismo

Ética e etiqueta