Mercado de arte

Arte-papo
Carollina Lauriano e Leonardo Araujo Beserra

Arte-papo | Carollina Lauriano e Leonardo Araujo Beserra

Sábado, 23/11/2019 às 14h

gratuito

30 vagas por ordem de chegada

*Imagem: Wallace Domingues

Encerrando o ciclo de conversas de 2019, o último arte-papo deste ano acontece no dia 23/11, convidamos o escritor e editor Leonardo Araujo Beserra e a curadora Carollina Lauriano para discutirem nesta conversa o tema mercado da arte.

Devido as diversas mudanças no cenário artístico e no cenário político, os convidados apresentam suas visões em campos distintos, Leonardo traz suas experiências dentro do mercado editorial enquanto Carollina aborda a inserção de jovens artistas mulheres no mercado artístico.

Leonardo Araujo Beserra (*1989, São Paulo) é escritor, curador e editor independente. Cursou parcialmente Filosofia pela Universidade Federal de São Paulo e graduou-se em Artes Visuais pelo Centro Universitário Belas Artes. Realizou em 2009 a curadoria da exposição “Noves_Fora” no espaço independente Beco da Arte de São Paulo, no qual trabalhou por 3 anos. Foi assistente no Núcleo de Pesquisa e Crítica em História da Arte na Pinacoteca do Estado de São Paulo. Coeditou a revista de crítica de arte paulista Maré em 2012. Desenvolveu o projeto expositivo Estruturas Possíveis: um diálogo crítico-criativo com o artista Bruno Baptistelli, na Oficina Cultural Oswald de Andrade de São Paulo em 2014. Participou da exposição Lastro Em Campo no Sesc Consolação, sobre residência artística realizada no Panamá, Guatemala e México em 2015.
Participou do Grupo de Estudos Práticos em Linguagem Experimental em que desenvolveu o projeto Gramatologia em 2016 na Oficina Cultural Oswald de Andrade. Realizou o projeto Gravidade [espécies de espaços], concebido conjuntamente com o artista Daniel de Paula Mendes na Cratera de Colônia, Parelheiros, São Paulo, por meio do prêmio ProAc Artes Visuais. Curou a exposição próprio-impróprio dos artistas Raphael Escobar e Frederico Filippi na Galeria Leme. Como editor, publicou junto ao antropólogo Alex Flynn, o livro Claire Fontaine: em vista de uma prática ready-made, e outros livros. Atualmente é membro do Grupo de Críticos do Centro Cultural São Paulo e mediador do programa Acoplamento em Arte: Prática de Exercícios e Projetos junto da artista Gisela Motta, ministrado no Sesc Vila Mariana, além de editor de livros subjetivo-políticos da GLAC edições.

Carollina Lauriano (São Paulo, 1983) é formada em Comunicação Social com ênfase em Jornalismo. Tem extensão em Pesquisa e Análise de Tendências (em arte, design e moda) pela Central Saint Martins e atua como curadora independente desde 2017. Em 2018 passa a integrar o time de curadoria e gestão do Ateliê397, um dos principais espaços independentes de arte, com 15 anos de atuação em São Paulo. Em suas pesquisas, interessa discutir a inserção, desafios e conquista de jovens mulheres artistas no mercado da arte. Dentre os principais projetos realizados estão as exposições “Corpo além do corpo”, que discute a transexualidade feminina e a busca pelo protagonismo de novos corpos na sociedade, “Céus Cruzados”, primeira individual da artista Sol Casal e “A noite não adormecerá jamais nos olhos nossos”, que reuniu 18 artistas racializadas na
Galeria Baró para apresentar e discutir a produção de corpos dissidentes dentro do mercado de arte.

Público-alvo

Jovens e Adultos

Relacionados

Lançamento do Catálogo

Ecos do Modernismo

Ética e etiqueta