história e arte através da porcelana

A inesperada profundidade de um pires

→ História e arte através da porcelana

Palestra | A inesperada profundidade de um pires: história e arte através da porcelana

Keiko Nishie

Quarta-feira, 25 de maio, das 19h às 21h

Gratuito ou contribuição voluntária

95 vagas por ordem de inscrição

Plataforma Zoom

Imagem: Manufatura Real de Porcelanas de Meissen. Cremeira – Jogo de chá “Leão Amarelo”. Meissen, Alemanha, séc.XIX. 9,1 x 9,5 x 7,0 cm. Casa Museu Ema Klabin. Foto Henrique Godinho

Nesta palestra, analisaremos o repertório de história e arte presente em alguns objetos de porcelana da Coleção Ema Klabin.

Dentre as diversas técnicas de produção da cerâmica, a porcelana é certamente uma das mais complexas e valorizadas. A China foi pioneira nesse desenvolvimento e logo o conhecimento foi transmitido para o Japão.

Na época das Grandes Navegações, por volta do século XVI, a porcelana já havia se tornado um importante produto no comércio entre Ásia e Europa, assim como portadora de referências artísticas e difusora de costumes, como o consumo de chá e café, outras mercadorias significativas da idade moderna.

No século XVIII, um monarca europeu conseguiu, junto a estudiosos de sua corte, desenvolver uma fórmula semelhante à das porcelanas asiáticas, estabelecendo uma manufatura na cidade de Meissen.

Público-alvo

Estudantes, interessados por arte aplicada, colecionismo, história, artes decorativas, trocas culturais, Ema Klabin, porcelana

Keiko Nishie

Keiko Nishie é historiadora e mestre pelo Programa de Pós-Graduação em Língua, Literatura e Cultura Japonesa da Universidade de São Paulo, onde desenvolveu uma pesquisa sobre a arte e o artesanato do Japão. Em sua dissertação, ``De Edo à Belle Époque: a arte kôgei a partir de sua inserção no ocidente``, ela investiga a arte do período Edo (1603-1868) e o contato cultural com o ocidente, principalmente a partir do século XIX.

Relacionados

Lançamento do Catálogo

Ecos do Modernismo