Praça Mauá

Arte e arquitetura na praça Mauá

→ Entre o erudito e o popular

Palestra | Arte e arquitetura na praça Mauá: entre o erudito e o popular

Laís Silva Amorim e Natália Cristina de Aquino Gomes

Sábado, 25 de junho, das 11h às 13h

Gratuito ou contribuição voluntária

Plataforma Zoom

Imagem: Foto da Praça Mauá vista a partir do Museu de Arte do Rio. 2018, Natália Gomes.

Essa palestra tem como objetivo discutir o conjunto de elementos arquitetônicos e artísticos da Praça Mauá (Rio de Janeiro), enquanto patrimônios que apresentam e representam diversas camadas sobrepostas que interagem até hoje com o espaço urbano atual.

Com uma paisagem digna de cartão-postal, a praça é, certamente, um dos pontos de interesse de turistas, moradores e trabalhadores. Detém um polo cultural que recentemente foi reestruturado com a abertura de instituições culturais, sendo de fácil acesso, devido às modificações que priorizaram a mobilidade.

As dicotomias entre diferentes marcos temporais, entre o espaço público e privado, entre o social e o econômico originam questionamentos que serão abordados, estabelecendo proximidade com a histórica e representativa localização da cidade do Rio de Janeiro.

Ao olharmos para a praça na atualidade, o que podemos perceber ou assimilar sobre sua história? A partir de seus objetos culturais, o espaço urbano, poderia ser considerado um acervo?

Público-alvo

Interessados em geral, profissionais e estudantes de arquitetura e urbanismo, história, artes e patrimônio.

Laís Silva Amorim

Laís Silva Amorim é arquiteta e urbanista formada pela Universidade Presbiteriana Mackenzie (2014). Doutoranda em História da Arte pela UNIFESP e bolsista CAPES, trabalha questões patrimoniais relacionadas ao Edifício “A Noite” e ao Hotel Copacabana Palace. No mestrado, realizado na mesma instituição, trabalhou as questões patrimoniais da Biblioteca Mário de Andrade (com subsídio CAPES). Também integra a Comissão de Patrimônio Cultural do CAU-SP, na gestão 2021-2023.

Natália Cristina de Aquino Gomes

Natália Cristina de Aquino Gomes possui bacharelado em História da Arte (2012-2016) e mestrado em História da Arte pela UNIFESP (2017-2019). Atualmente é doutoranda em História da Arte, pela mesma universidade e bolsista FAPESP, pesquisa questões relativas às relações artísticas entre Portugal e Brasil nas primeiras décadas do século XX. Foi bolsista FAPESP de Iniciação Científica, de Mestrado e realizou estágio de pesquisa no exterior, na Universidade Autónoma de Lisboa (BEPE-FAPESP, set/out - 2018).

Relacionados

Lançamento do Catálogo

Ecos do Modernismo

Ética e etiqueta