oficina de carimbos e pintura corporal

Museu em Família
Oficina de Carimbos e Pintura Corporal Indígena

Museu em Família | Oficina de Carimbos e Pintura Corporal Indígena

Anita Ekman e Carlos Papá Mirim

Domingo, 28/04/2019 das 15:30 às 17:30

gratuito

30 vagas por ordem de inscrição

*Imagem: Werá Mirim Benites ( Tekoa Boa Vista) . Arte de Anita Ekman. Foto de Ana Mesquita.

O Programa Museu em Família desenvolvida pelo Educativo Ema Klabin convida pessoas de diferentes idades, interesses e perfis para vivenciarem propostas que promovem encontro e convivência.

Para a edição de abril o Educativo convida a artista e pesquisadora Anita Ekman e o líder e cineasta indígena Carlos Papa Mirim.

Através da criação de carimbos de cerâmica para pintura corporal Anita Ekman e Guarani Mbya Carlos Papa apresentarão a importância dos grafismos na História da Arte Pré-Colombiana, compartilhando os significados dos símbolos Guarani e a História desta cultura na cidade de São Paulo.

Na oficina os participantes terão a oportunidade de realizar seus próprios carimbos para pintura corporal com urucum.

Obs: É recomendado que os participantes venham vestidos com roupas que possam ser manchadas.

Anita Ekman e Carlos Papá Mirim

Anita Ekman é uma artista pesquisadora. Seu campo de interesse é a arte rupestre, a arte pré-colombiana e a história das diásporas indígenas e africanas. Em suas performances a artista discute temas decoloniais afroindígenas, tendo apresentado na Conferência Internacional Ecos do Atlântico Sul do Instituto Goethe a performance Tupi Valongo – Cemitério dos Pretos Novos e dos Velhos Índios. Atualmente desenvolve o projeto Wombs of the Atlantic Rain Forest com o apoio do Fundo Ecos do Instituto Goethe, trabalhando o tema do protagonismo artístico e histórico feminino no Parque Nacional da Serra da Capivara e nas Tekoas (aldeias) Guarani Mbya. É organizadora e ilustradora do livro ``Yvyrupa – A terra uma``, do autor Guarani Mbya Timóteo Verá Popygua , editora Hedra 2016. https://www.anitaekman.com
Carlos Papá Mirim é um líder e cineasta indígena do povo Guarani Mbya. Trabalha há mais de 20 anos com produções audiovisuais, com o objetivo de fortalecer e valorizar a cultura guarani mbya por meio da realização de documentários, filmes e oficinas culturais para os jovens. Também atua como líder espiritual em sua comunidade. Vive na aldeia do Rio Silveira, onde participa das decisões coletivas e busca ajudar a sua comunidade a encontrar caminhos para viver melhor. É Conselheiro do Instituto Maracá e presidente do conselho de educação da escola de sua comunidade.

Relacionados

Sons da Obra

Palestra
Fotografia e cidade