Arte-papo
Renan Quinalha e Franco Reinaudo

Arte-papo Renan Quinalha e Franco Reinaudo

Renan Quinalha e Franco Reinaudo

Quarta-feira, 14 de abril, das 17h às 18:00

Gratuito com sugestão de contribuição voluntária

95 vagas por ordem de inscrição

Plataforma Zoom

Imagem: Acervo pessoal Renan Quinalha e Franco Reinaudo.

A série Arte-papo tem o intuito de convidar artistas, críticos, curadores e pesquisadores para uma conversa informal sobre um tema pré-estabelecido.

Discutindo assuntos em diferentes linguagens, a série traz como tema para o ano de 2021 “Artes em tempos de exceção”. Todos os encontros esse ano abordarão o tema para discussões e reflexões sobre produções artísticas em tempos de exceção.

Público-alvo

Pesquisadores, artistas,  estudantes, público em geral

Renan Quinalha

Professor de Direito (Instituições Judiciais e Cidadania) da Escola Paulista de Política, Economia e Negócios da Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP). Doutor em Relação Internacionais na Universidade de São Paulo (IRI - USP). Mestre em Teoria Geral e Filosofia do Direito pela Faculdade de Direito da Universidade de São Paulo (FDUSP). Graduado em Ciências Sociais na Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas da Universidade de São Paulo (FFLCH-USP) e Graduado em Direito pela Universidade de São Paulo (FDUSP). Membro do Conselho de Orientação Cultural do Memorial da Resistência de São Paulo, do Conselho do Centro de Antropologia e Arqueologia Forense (CAAF/Unifesp) e do Conselho Consultivo da Ouvidoria-Geral da Defensoria Pública do Estado de São Paulo. Advogado inscrito na OAB/SP, Membro da Comissão de Direitos Humanos e da Comissão de Diversidade Sexual da OAB/SP. Presidente do Conselho de Administração do Núcleo de Preservação da Memória Política.

Franco Reinaudo

Graduado em Marketing pela Universidade Presbiteriana Mackenzie. Cursou Filosofia e Língua e Literatura Inglesa na Pontifícia Universidade Católica de São Paulo. Atualmente cursa especialização em Museologia, Cultura e Educação na PUC São Paulo. Ativista pelos direitos da população LGBT desde os anos 90, ajudou na construção da Parada do Orgulho LGBT de São Paulo. Instrutor, Consultor e Palestrante para a inclusão e respeito da diversidade sexual no ambiente de trabalho do setor público e privado. Dirigiu a Coordenadoria de Assuntos da Diversidade Sexual da Prefeitura de São Paulo, órgão responsável pelas políticas públicas para a comunidade LGBT do município Desenvolveu o Programa Mais Orgulho, projeto inédito do Governo do Estado que apoia Paradas do Orgulho LGBT no interior e litoral do Estado de São Paulo Atualmente, coordena o Museu da Diversidade Sexual da Secretaria de Estado da Cultura e Economia Criativa de São Paulo, primeiro espaço da América Latina e terceiro do mundo, sobre a temática LGBT.

Relacionados

Lançamento do Catálogo

Ecos do Modernismo

Ética e etiqueta