Bienal de São Paulo

Arte e História: infiltrações em narrativas sobre a Bienal de São Paulo

Encontros de História da Arte - Unifesp e Fundação Ema Klabin Arte e História: infiltrações em narrativas sobre a Bienal de São Paulo

Sábado, 26/08/17 das 11:00 às 13:00

R$ 35,00

30 vagas

Serão analisadas narrativas em confronto sobre algumas edições da Bienal de São Paulo, tanto do ponto de vista das curadorias, quanto de seus críticos e historiadores.

Existe, do ponto de vista das narrativas de natureza histórica sobre as produções artísticas, a possibilidade de uma pauta de conteúdos neutra? O passado trata de algo encerrado em interpretações prontas e inquestionáveis? O papel do historiador seria o de criar ruídos nas narrativas estabelecidas ou corroborá-las? Quantas são as histórias, versões e as possibilidades interpretativas possíveis, a partir de um mesmo evento ou série deles?

Palestras e cursos são como livros e exposições: foram objetos de pesquisa, mas também resultam de escolhas e processos de inclusão e exclusão – a partir de uma perspectiva do presente – que podem e devem ser explicitados, oferecendo aos seus ouvintes e visitantes um amplo desenho para leituras e discussões. Além de ser exercício crítico autônomo, podem colaborar para compreender visões de mundo e de arte, que se estabelecem por meio das narrativas.

Para provocar esse debate serão analisadas narrativas em confronto sobre algumas edições da Bienal de São Paulo, tanto do ponto de vista das curadorias, quanto de seus críticos e historiadores. Nesse sentido, devido ao seu propósito curatorial de confrontar narrativas e dissonâncias na história hegemônica ocidental de matriz europeia e norte-americana, especial atenção será dada à 24a Bienal, a Bienal da Antropofagia (1998), centrada na contaminação entre obras.

Mirtes Marins de Oliveira é mestre e doutora em Educação, Política e Sociedade pela PUC-SP. É docente e pesquisadora da pós-graduação em Design na Universidade Anhembi Morumbi. É uma das autoras do livro Cultural Anthropophagy: The 24th Bienal de São Paulo 1998 (coleção Exhibition Histories, Afterall, 2015). Docente convidada do curso de Especialização em Crítica e Curadoria da PUC-SP.

Esta palestra faz parte do Ciclo de Encontros de História da Arte – Unifesp e Fundação Ema Klabin

Coordenação Profa. dra. Ana Hoffmann
Produção: Fundação Ema Klabin
Apoio: Departamento de História da Arte na Unifesp

A atualidade nos apresenta mudanças importantes nos paradigmas de narrativas, acervos e nas formas de expor. O trabalho do historiador e suas pesquisas, assim como o trabalho de curadores e de artistas, está em fina sintonia com as novas práticas. Neste ciclo de palestras programada para o próximo semestre serão abordados aspectos da História da Arte e historiografia artística, assim como processos curatoriais e a relação entre arte contemporânea e fruição. Participarão artistas e especialistas de diferentes instituições de ensino e pesquisa e de diversas áreas da História da Arte e; discutirão a relação entre arte, fruição e história.

  • 12 de agosto | Arte Moderna e Colecionismo | Ana Hoffmann
  • 26 de agosto | Arte e História | Mirtes Oliveira – professora convidada – Anhembi Morumbi
  • 16 de setembro | Ateliers de Artistas | Elaine Dias
  • 30 de setembro | Arte Contemporânea e público | Ana Teixeira – artista convidada
  • 14 de outubro | Fotografia | Marcos Fabris – professor convidado – USP
  • 11 de novembro | Arte e Curadoria | Ana Avelar – professora convidada
  • 25 de novembro | Museus e Arte Contemporânea | Ana Hoffmann
Relacionados