Contação de Histórias "A Menina Cheia de Cores"

Contação de histórias
A Menina Cheia de Cores

Contação de Histórias | ``A Menina Cheia de Cores``

Selma Maria

Domingo, 28 de novembro, das 14h30 às 16h

Gratuito

Atividade presencial

*Imagem: Escultura Ashanti, Séc. XX. Grupo Cultural Ashanti, Gana, Coleção Ema Klabin. Foto: Henrique Luz.

No mês de novembro o Educativo da Casa Museu Ema Klabin convida o público para participar de uma contação de história surpreendente e encantadora com Selma Maria.

“A Menina Cheia de Cores” é um encontro no qual palavras e desenhos compõem a apresentação. A escritora, Selma Maria fará a narração acompanhada pela ilustradora Nina Anderson que fará os desenhos ao vivo.

Essa história inédita, será contada pela primeira vez para o público da Casa Museu Ema Klabin!

A história de Bianca parte de uma carta que ela recebe da sua avó, quando nasce. Aos poucos, essa carta vai nos contando quem é Bianca, seu encontro com personagens e elementos da cultura europeia e referências que foram apresentadas a ela, como por exemplo o conto de fadas da Branca de Neve. Só depois, as árvores e suas raízes contam e revelam para Bianca sua história mais profunda. E é com ela que a personagem vive momentos poéticos com bichos reais e fantásticos, elementos da natureza que mostram a ela onde estão suas verdadeiras raízes.

Após a apresentação, a escritora e a ilustradora conduzirão um bate-papo com o grupo.

Público-alvo

Crianças de todas as idades e público geral.

Selma Maria

Selma Maria é mestra em “letras ocultas”, especialista em “selmântica das palavras”, criadora de gambiarras. Também é escritora, atriz, artista visual, educadora, pesquisadora de brinquedos e curadora de exposições com os temas de literatura, brinquedos e infâncias. Participou como convidada de vários eventos culturais no Brasil e em alguns países como a Feira do Livro de Porto Alegre, Flip - Festa Literária de Paraty, Circuito Sesc de Artes, Flima - Festa Literária Internacional da Mantiqueira, Fliaraxá - Festival Literário de Araxá, Festival Literário Internacional de Óbidos-Folio em Portugal, além de participar do grupo de mediadores de língua portuguesa para crianças imigrantes de países lusófonos na Espanha, Áustria e Alemanha. Escreveu mais de 20 livros que foram ganhadores de editais de incentivo à leitura como PNBE, PNLD, PNAIC, Itaú-Criança, PROAC. Dois livros seus estão no catálogo FNLIJ da Feira do Livro de Bolonha em 2010 e 2020. Criou a web-série “Perambular e Brincar” com realização do Sesc-SP junto com o José Santos e Hellena Kuasne. Coleciona e cria vários brinquedos, objetos poéticos e sua casa parece um museu, pois está lotada deles.

Nina Anderson

Sou Nina Anderson. Desenho e escrevo o que sinto, a isso dão o nome de artista. Ainda não sabia disso quando fiz meus primeiros rabiscos. Quando descobri que poderia colorir livros para crianças como a que fui, não parei de espalhar meus desenhos por aí. Comecei quando tinha 18 anos e agora tenho 15 livros publicados, cada um com um traço diferente.

Relacionados

Lançamento do Catálogo

Ecos do Modernismo

Hóspede com Flora Rebollo