A Música no Universo Indígena

A Música no Universo Indígena

quintas-feiras. dias 03/08, 17/08, 31/08 e 14/09 das 19h30 às 21h30

gratuito

30 vagas

*Imagem: Sopros Ikolen – Eduardo Verssoni

O curso ‘A música no universo indígena’, dividido em quatro encontros, tem como proposta estimular o conhecimento e a reflexão sobre as culturas indígenas em um âmbito artístico e antropológico

O curso propõe uma aproximação com os universos sonoros de diferentes povos como Paiter Suruí (RO), Kaingang (RS), Ikolen-Gavião (RO), Xavante (MT), Kaiowá (MS), Kayapó (PA), Maxacali (MG), Huni-Kuin (AC), povos do Alto Rio Negro (AM) entre outros.

Serão desenvolvidas atividades de escuta, contextualização e prática musical. O objetivo principal é desmistificar a ideia de que toda cultura indígena é igual, mostrando parte de uma grande diversidade cultural e estilística. Busca também a reflexão sobre diversos temas transversais como a oralidade, o modo de vida dos povos indígenas brasileiros, a trajetória de alguns desses povos dentro da história do Brasil, a relação entre cotidiano, rituais e sua arte oral, incluindo a música.

Temas abordados:

  • 1º encontro – 03/08:
    Abertura: Música Krenak Po Hamek – canto e movimento. Saudação.
    Reflexão sobre história dos Krenak
    Constituição de 1988. Direitos indígenas
    Quem são eles?
    Escuta de diversos exemplos sonoros (Tukano, Huni-Kuin, Bororo, Pakaa Nova, Kayapó)
  • 2º encontro – 17/08:
    Relação entre mito e música – Cosmologia
    Akoj´ té – princípio da humanidade – Ikolen-Gavião
    Bichos de Palop e Koi txãgareh – Paiter Suruí
    Reflexões sobre a oralidade como eixo das culturas indígenas.
  • 3º encontro – 31/08:
    Espiritualidade e a voz
    Ñamandu e seus cantos-rezas – Mbyá Guarani
    Mamo oymé – Tekoha – território-Guarani Kaiowá – Huni Meka – Huni Kuin
  • 4º encontro – 14/09:
    Grafismo e música
    Pinturas rupestres, petróglifos e geoglifos
    Pintura corporal e seus simbolismos
    Instrumentos musicais e seus significados

Magda Pucci é musicista e pesquisadora da música de vários povos. Formada em Regência pela Escola de Comunicações e Artes da Universidade de São Paulo (ECA-USP), é mestre em Antropologia pela PUC-SP e doutoranda em Creative Arts and Performance pela Universidade de Leiden na Holanda. É diretora musical do grupo Mawaca há 21 anos, onde desenvolve extensa pesquisa de repertório multicultural aplicada à prática musical. O Mawaca tem seis CDs e quatro DVDs lançados e se vem se apresentando em diversos países. É autora de diversos livros, entre eles o guia didático ‘Outras terras, outros sons’ (Callis) com Berenice de Almeida, os livros para crianças ‘De todos os cantos do mundo’ (Cia. das Letrinhas) e Contos Musicais (Leya) com Heloisa Prieto; ‘A Floresta Canta – Uma expedição sonora por terras indígenas do Brasil’ (Peirópolis) e a ‘Grande Pedra’ (Saraiva) em parceria com Berenice de Almeida. A experiência de Magda Pucci com a temática indígena se aprofundou ao realizar seu mestrado em Antropologia sob orientação de Carmen Junqueira e Betty Mindlin, quando desenvolveu pesquisa sobre a arte oral do Paiter-Suruí de Rondônia. Desde 2005, vem desenvolvendo projetos de divulgação e promoção da cultura indígena desde a publicação de livros assim como espetáculos e intercâmbios entre indígenas e não indígenas. Produziu o CD e DVD Rupestres Sonoros – O canto dos povos da floresta, que apresenta recriações de músicas dos povos Txucarramãe, Kayapó, Paiter-Suruí, Ikolen-Gavião, Tupari, Huni-Kuin entre outros conectados com os rupestres. Em 2010, com o grupo Mawaca, Magda esteve na Amazônia onde realizou um intercâmbio com seis grupos indígenas diferentes do Acre, Rondônia e Amazonas e contou com a participação especial de Marlui Miranda. Magda tem ministrado diversas oficinas sobre músicas indígenas em congressos de educação musical, em universidades, nas Fábricas de Cultura, no estúdio Mawaca, na TECA Oficina de Música. É professora da Pós-graduação de Educação Musical Multicultural da Faculdade Santa Marcelina (FASM) e da Universidade e da Pós-graduação em Educação Musical da Universidade Estadual do Paraná (UNESPAR). Em outubro de 2017, Magda e Berenice lançarão o livro Cantos da Floresta acompanhado de um CD e um site com 150 atividades para professores, projeto com apoio do edital do PROAC-SP e Natura, a ser lançado pela Editora Peirópolis.

Relacionados